twitter



Conceitos Importantes
  • Compilador: É o Programa que traduz um programa inteiro de uma linguagem de programação de alto nível (exemplo: Pascal) para a Linguagem de Máquina.
  • Interpretador: É um programa que traduz uma instrução de um programa para a linguagem de máquina e, em seguida, a executa. Se um programa tiver várias instruções elas são traduzidas e executadas uma de cada vez.
  • Programa Fonte: É o programa escrito em uma linguagem de programação. É o programa que vai ser compilado para gerar um programa objeto.
  • Programa Objeto: É o programa originado depois de o programa fonte ser compilado, isto é, o programa escrito em linguagem de máquina.
  • Linkador: É o programa que liga os módulos (blocos) de um programa objeto gerando um programa executável.
  • Programa Executável: É o programa em linguagem de máquina pronto para ser executado.

Fonte: http: //www.informarcia.pro.br/




Em 1995, a equipe chefiada por James Gosling, programador da Sun Microsystems, criou a linguagem de programação Java.

Java é uma linguagem de programação orientada a objeto e seu maior diferencial em relação às outras linguagens é que ela é compilada para um bytecode, que é executado por uma máquina virtual.

Na história da computação, a linguagem Java já é um marco. Desde seu lançamento, foi a linguagem que foi adotada com maior rapidez pelo extenso e vasto mercado. Ainda em 2004 a plataforma atingia a marca de mais de 3 milhões de desenvolvedores em todo o mundo.

A plataforma – popular pelo seu vasto uso na internet – hoje já possui ambiente de execução presente em celulares, palmtops, web browsers, mainframes, SOs, dentre outros.

Os maiores diferenciais dessa linguagem são: orientação a objeto, portabilidade e independência da plataforma, segurança e recursos de rede (é possível encontrar uma biblioteca ampla e variada sobre rotinas que facilitam a cooperação com protocolos TCP/IP, HTTP eFTP).

Além disso, essa linguagem possui diversas vantagens em relação às outras. Sua sintaxe é bastante similar a linguagem C/C++; tem facilidade de internacionalizações porque suporta caracteres Unicode; tem simplicidade na especificação, tanto de ambiente quanto de execução (JVM), tem um excelente e vasto conjunto de bibliotecas (ou API´s) e realiza deslocação de memória automática por processo de coletor de lixo.

Vários ambientes de desenvolvimento integrado (IDEs) como: BlueJ, JCreator e jEdit, permitem o desenvolvimento de aplicações em Java.

O JUGs (Java User Groups) é a maior comunidade de desenvolvedores Java do mundo. Nesse espaço é possível trocar informações, compartilhar conhecimento e resolver dúvidas.

No Brasil o movimento de grupos de usuários vem se expandindo significativamente a cada ano e hoje já forma alguns dos maiores grupos de usuários Java do mundo. PortalJava, GUJ e o JavaFree são apenas alguns exemplos de onde é possível encontrar desenvolvedores dessa linguagem no país.


__________________________________________________________________________________



    Já imaginou ganhar dinheiro com algo ligado à informática e que já tem cinqüenta anos de criação? Claro que baseado na evolução de tudo ligado à área e a rápida obsolescência a que são condenados programas e componentes, você provavelmente responde a pergunta acima com um sonoro “NÃO”.

    Mas, numa área, o que é antigo continua sendo o máximo: A programação.

    A linguagem de programação Cobol, completa neste ano, cinqüenta anos de criação. E um profissional especialista nessa linguagem pode ganhar salários em torno de R$ 12 mil. E a que se deve esse sucesso e essa sobrevida fantástica? Muito simples; a maioria das grandes empresas existentes hoje tem suas aplicações rodando na linguagem de programação Cobol. No mundo todo, cerca de sessenta por cento das grandes empresas têm como base essa linguagem de programação. Se pensarmos em bancos brasileiros, esse percentual sobe para noventa por cento. E esses altos números podem ser explicados por coisas bem simples. Os programas feitos na linguagem de programação Cobol são extremamente seguros, se documentam sozinhos e têm uma enorme legibilidade.

    Outra característica interessante do Cobol foi que a linguagem de programação avançou e se atualizou ao longo dos tempos sendo hoje uma linguagem moderna e satisfatoriamente segura. Mesmo assim, é muito difícil encontrar pessoal recém formado que sejam especialistas no Cobol. Os que atuam na área, em sua maioria, já operam há mais de quinze anos.

    E, para muitos catedráticos no assunto, isso se deve a maneira como são dadas as aulas de linguagem de programação nos dias de hoje. Ela não torna possível que os alunos mergulhem a fundo e consigam conhecimentos mais robustos. Assim, o que antes se levava quatro semestres para ser ensinado, teve de ser “condensado” em apenas quatro meses. O que criou essa escassez de profissionais qualificados na área.

   Quem acha que a linguagem de programação Cobol parou no tempo e tende a desaparecer, está muito enganado. Existem diversas empresas que ainda comercializam compiladores para ela; o que, obviamente, permite a criação de novas programações e aplicativos e que soma a já existente enorme gama de programas os novos desenvolvidos para empresas atuais. Sendo totalmente compatíveis com a linguagem Java, etc. além de todas que forem orientadas a objeto.

   Assim que você se formar, já entra no mercado ganhando em torno de R$ 1.500,00 iniciais. Ao atingir certo grau de experiência e ser admitido na “elite”; os salários vão de 8 a 12 mil reais, dependendo da experiência e do desempenho de cada um.

   Dessa forma, é uma excelente opção a realização de um curso aprofundado da linguagem de programação Cobol como uma complementação de suas habilidades profissionais. Sendo muito promissora a promessa de bons lucros e de boa quantidade de serviços a serem feitos; quer como empregado ou freelancer. Desta forma, mesmo para um iniciante jovem, o domínio dessa linguagem de programação antiga; mas ainda tão presente nas grandes e poderosas empresas brasileiras e estrangeiras, abrirá um enorme leque de fantásticas oportunidades de sucesso profissional e de grandes ganhos.
_______________________________________________________________________________________________




Em 1997 houve a primeira evolução significativa na linguagem, a criação da ferramenta Forms Interpreter, um interpretador de comandos SQL. Em sua terceira versão, o PHP já contava com o primeiro recurso de orientação a objetos. Esta novidade trouxe aos desenvolvedores a possibilidade de implementar apenas métodos e propriedades.

O PHP 4 apresentou algumas limitações para a criação de cópias de objetos, mas a quinta versão da linguagem superou esse problema ao trabalhar com handlers. Como o PHP é uma linguagem de programação extremamente modularizada, é ideal para uso em web, pois facilita a criação de sites dinâmicos, onde o usuário possa interagir através de formulários, parâmetros da URL e links. Essa linguagem, diferentemente das outras, possibilita a interação com os bancos de dados e aplicações existentes no servidor.

Em relação a tipos de dados, sintaxe e funções, é uma linguagem bastante semelhante à linguagem C e C++. Algumas configurações de servidores permitem que a linguagem seja embarcada no HTML.Os sistemas operacionais: Windows, Linux, FreeBSD, Mac OS, OS/2, AS/400, Novell Netware, RISC OS, AIX, IRIX e Solaris suportam a linguagem PHP. Além disso, o PHP provê suporte a um grande número de bases de dados: Oracle, Sybase, PostgreSQL, InterBase, MySQL, SQLite, MSSQL, Firebird, etc., podendo abstrair o banco com a biblioteca ADOdb, entre outras.

PHP tem suporte aos protocolos: IMAP, SNMP, NNTP, POP3, HTTP, LDAP, XML-RPC, SOAP. É possível abrir sockets e interagir com outros protocolos. E consultando as mais variadas bibliotecas existentes, é possível expandir muito mais todas essas funcionalidades. Os maiores diferenciais desta linguagem de programação são a velocidade e a robustez; a estrutura e orientação a objetos; a portabilidade, garantida pela independência de plataforma; a tipagem fraca e a sintaxe similar a C/C++ e PERL. PHP é a linguagem ideal para implementar soluções web muito mais eficientes.
___________________________________________________________________________
Fonte: http://www.informaticaagora.com.br/linguagem-programacao/php-a-linguagem-mais-eficiente-para-solucoes-web




A atual linguagem de programação da web, o HTML, está sendo modificada para evoluir, já que ela, atualmente, é um bicho de sete cabeças para quem é leigo no assunto. A quinta versão da linguagem pretende melhorar a experiência tanto do usuário como de programadores. Pessoas com muito pouco conhecimento de Internet serão mais capazes de lidar com as suas máquinas porque será mais fácil de usar sem plug-ins. Online e off-line vão se misturar, e programar será bem mais prático. Mas enquanto todos aguardam a finalização do projeto, outra linguagem de programação, a Python, já tem revolucionado o mercado, a exemplo do que o Linux fez há uns anos atrás. Para quem já tem certo manejo, o Linux traz uma série de vantagens, por exemplo, já que é bem mais fácil de ser programado e reestruturado para atender às necessidades dos usuários, ao contrário de sistemas operacionais como o Windows.


Segundo os seus defensores no Brasil, o grande atrativo da linguagem Python é o seu conceito moderno e a facilidade com que se pode aprender. Muitos a usam no You Tube, jogos de vídeo game e em celulares da Nokia. A linguagem baseia-se no conceito de coleção. Sendo assim, ao invés de ter de utilizar um código complexo e imenso para iniciar o trabalho, bastar usar os comandos que a linguagem oferece. Esse também é o modo como o HTML5 quer trabalhar. Atualmente, webdesigners tem que copiar o código de uma página qualquer para iniciar um novo site para não perder tempo.


Ao que parece, a linguagem Python é a sétima mais usada no mundo, principalmente pelo Google. Ela reúne características que faltam em outras, pois pode ser compilada (a linguagem PHP, por exemplo, não pode), interpretada (a falha da linguagem C) e não precisa de uma máquina virtual, como Java. Não à toa, a versão de Linux conhecida como Red Hat já vem com Python instalado. A comunidade internauta brasileira possui um site onde se pode aprender a usá-la.
_________________________________________________________________________________
Fonte: http://www.informaticaagora.com.br/linguagem-programacao/linguagem-python-principal-concorrente-do-html-5